Músico obrigado a pagar multa de 187 mil kwanzas por espancar burlador

Recentemente, o artista Didy Relvas foi processado e obrigado a pagar uma multa acima dos 100 mil kwanzas ao seu burlador. Tudo começou quando o jovem de nome Antonio Omuakasse, também conhecido por Kabila, publicará um telefone Samsung S9 Plus a 320 mil kz, o que despertou o interesse do cantor. Por isso, Didy Relvas pediu ao Sr. Kabila para que fosse ao seu encontro.
Na altura, o burlador alegou que para que se mostrasse "um cliente sério", o músico deveria enviar 50% do valor. Didy pediu ao vendedor que enviasse imagens do seu bilhete de identidade e do seu passaporte, como garantia. Sem saber que o que tinha pedido não era garantia de nada, transferiu os valores. Como todo bom burlador, Kabila desligou o telefone duas horas após a transferência. Apenas três semanas depois, o artista teve contacto com o burlador. Didy Relvas reconheceu Kabila na rua, e apesar de ter tentado fugir, o burlador foi apanhado e levou uma porrada dada pelo músico. O dinheiro burlado foi devolvido ao cantor pela família de Kabila, porém, a mesma decidiu processar o músico por este ter espancado o seu parente. Por decisão da justiça, o musicou foi obrigado a pagar indemnização no valor 187 300 kzs. Actualmente, o jovem Kabila tem enviado mensagens de provocação ao músico.