Dabeleza: “Se eu fosse o Ministro da Cultura, o Tony Amado nunca mais seria chamado em nenhuma actividade”

O conhecido kudurista Dabeleza esteve recentemente no programa Showbiz Talk da PLATINA FM, e dentre vários assuntos abordados concernentes à sua vida e carreira, falou sobre um episódio ocorrido em Setembro de 2020, aquando da realização do concerto live tributo ao Sebem, transmitido pela TV Zimbo. Dabeleza afirma que entrou em contacto com Tony Amado, que por sinal, o detentor do estilo musical angolano Kuduro, para ser a cabeça de cartaz do evento, este que, segundo Dabeleza, teria cobrado quinhentos mil Kwanzas para cantar no evento solidário, dirigido ao Sebem.
Eu não cumprimento o Tony Amado, embora os nossos caminhos sejam diferentes, mas não há coragem. Se no Sebem ele não fez a mim nunca fará disparou Contactado pelo PLATINALINE, Tony Amado desmentiu as declarações de Dabeleza.
Antes de tudo, o show não foi do Dabeleza mas de uns camaradas da JMPLA. Quem me fez o pagamento de trezentos mil kwanzas e não quinhentos não foi o Dabeleza. Ele não tem dinheiro nem competência para me pagar